GRAMMY, A PREMIAÇÃO

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: GRAMMY, A PREMIAÇÃO

Mensagem por Luis em Sab Mar 12, 2016 4:57 pm

Ellie Goulding - Army (Live at The GRAMMYs)



Ellie Goulding surgiu de um cristal fechado, que se abriu enquanto o palco se iluminava com brilho, usando a mesma roupa do Red Carpet com o cabelo preso. O instrumental de 'Army', novo single de Ellie Goulding, começou a tocar e, recebida por aplausos, Ellie começou a cantar o primeiro verso, cantando uma versão ligeiramente censurada.

I know that I've been messed up
You never let me give up
All the nights and the fights
And the blood and the breakups
You're always there to call up
I am pain, I'm a child, I'm afraid
But yet you understand
Yeah like no one can
Know that we don't look like much
But no one mess it up like us




Agora com o cristal completamente aberto, apareceram algumas luzes atrás e Ellie se movimentou um pouco com o ritmo lento da música, cantando então o segundo verso.

16 and you never even judged me
Matter of fact I always thought you were too cool for me
Sitting there in the caravan
All the nights we've been drunk on the floor
And yet you understand
Yeah like no one can
We both know what they say about us
But they don't stand a chance because




Então ela começou a cantar o refrão, e as luzes no fundo se movimentavam de um lado para o outro, criando uma atmosfera simpática e acolhedora.

When I'm with you
When I'm with you
I'm standing with an army
I'm standing with an army
When I'm with you
When I'm with you
I'm standing with an army
Standing with an army




O cristal brilhou mais, iluminando o chão por baixo dele mostrando sombras de algumas pessoas na plateia. Ellie cantou o segundo verso, se movimentando mais um pouco e sorrindo com as palavras da música.

Dark times, you could always find the bright side
I'm amazed by the things that you would sacrifice
Just to be there for me
How you cringe when you sing out of tune
But yet it's everything
So don't change a thing
We both know what they say about us
But they don't stand a chance because




Depois de cantar a primeira parte do segundo refrão, começou a parte mais agitada e logo um brilhante raio de luz, proveniente de um holofote, iluminou o centro do cristal com Ellie cantando as notas mais altas do refrão, enquanto a melodia se repetia no fundo:

Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
(I'll be yours)
Standing with an army
Standing with an army
I'm standing with an army




Na parte insturmental da ponte, na qual há uma pausa vocal, as luzes no fundo voltaram a agitar-se de um lado para o outro. Ellie então, cantou a ponte/pré-refrão final:

Yet you understand
Yeah like no one can
We both know what they say about us




Começou então o refrão final, com um estouro enorme na batida e um enorme brilho incidindo sobre o palco, uns coros entraram do lado cantando junto com Ellie e a câmera mostrou algumas pessoas do público cantando junto também.

When I'm with you
When I'm with you
I'm standing with an army
I'm standing with an army
When I'm with you
When I'm with you
I'm standing with an army
They don't have a chance because




A última parte da música começou, e Ellie e o coro cantaram em harmonia, e formou-se um enorme espetáculo de luzes no palco. Na TV ao vivo, a câmera mostrou uma visão aérea com o palco iluminado.

Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing near you
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
Standing with an army
When I'm with you
Standing with an army


A performance terminou, e Ellie foi ovacionada por todos enquanto acenava para a plateia e falava 'Obrigada'. Após isso, o cristal fechou-se novamente.
avatar
Luis

Mensagens : 190
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GRAMMY, A PREMIAÇÃO

Mensagem por Luis em Sab Mar 12, 2016 5:02 pm

Vamos a uma das categorias mais aguardadas, Album Of The Year. Os nominados são:

Album Of The Year:
Lady Gaga – V *trecho de Tunnel Of Love
Marina and the Diamonds - Die Life & Alive Death *trecho de Living Dead
Avril Lavigne - Avril Lavigne *trecho de Give You What You Like
Ellie Goulding – Delirium *trecho de On My Mind
Allie X - Feelin' X *trecho de Catch
Melanie Martinez - Cry Baby *trecho de Carousel

And the winner is:

Spoiler:
Lady Gaga - V!
Gaga vai ao palco e agradece o prêmio.

Acompanhamos agora, a performance da música Hush Hush, Avril Lavigne, que já teve a estreia do vídeo aqui!


Última edição por Luis em Dom Nov 20, 2016 10:31 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Luis

Mensagens : 190
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GRAMMY, A PREMIAÇÃO

Mensagem por Luis em Sab Mar 12, 2016 5:05 pm


Toda a área estava coberta por umas luzes azuladas vindas do teto, as pessoas esperavam ansiosas pela apresentação da cantora canadense Avril Lavigne. Inesperadamente as luzes presentes no palco apagaram-se. Segundos depois, diversos holofotes brancos iluminavam a loira, ela vestia um longo e delicado vestido branco. O cabelo estava liso e bastante brilhoso, a maquiagem era bem simples e quase imperceptível. O instrumental de Hush Hush teve início, em seguida, a parte cantada pela moça também se iniciou. Era uma música nada animada, a melodia fazia o clima do local tornar-se bem mais sombrio. O novo clipe da cantora passava em um telão logo atrás dela, logo depois seria liberado para acesso na plataforma VEVO. A cantora transpassava uma forte emoção, cada palavra parecia tocar alma de quem a ouvia e conseguiu prender a todos na performance.

I didn't mean to kiss you
You didn't mean to fall in love
I never meant to hurt you
I never meant for it to mean this much



A câmera algumas vezes mostrou o rosto de alguns fãs e celebridades que apreciavam a performance da loira, alguns mais animados cantavam junto. Um longo close na face da canadense acompanhou o refrão, um sorriso estampava o seu resto desde o início da apresentação. Aparentemente a roqueira tenta - com sucesso - encerrar os trabalhos do novo álbum com chave de ouro, a apresentação carrega uma carga emotiva desde a letra até a interpretação dada pela canadense. A canção estava próxima de seu fim, assim como a apresentação de Avril. As últimas imagens do videoclipe foram exibidas quando a última palavra da letra foi cantada, uma grande onda de fortes e numerosos aplausos inundou os ouvidos de todos ali presentes. Levando uma de suas mãos até os lábios soltou um beijo e se despediu do público com uma reverência.
avatar
Luis

Mensagens : 190
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GRAMMY, A PREMIAÇÃO

Mensagem por Luis em Sab Mar 12, 2016 5:09 pm

Para encerrar o Grammy, vamos apresentar a última categoria e a mais esperada. Record Of The Year:

Record Of The Year:
Katy Perry - Desire A Dream
Lady Gaga - Tunnel Of Love
C.A.L.M. - Catch The Shade
Avril Lavigne - Here's To Never Growing Up
Ellie Goulding - On My Mind
Miley Cyrus - We Can't Stop

And the winner is:

Spoiler:
Florence abre o envelope revelando a música vencedora, Catch The Shade.
Marina e Carly, dessa vez também com Aurora, voltam ao palco para agradecerem o prêmio.

O homem que anunciava os indicados agora anuncia: And now, ladies and gentleman, Florence Welch, and a How Big, How Blue, How Beautiful medley!
avatar
Luis

Mensagens : 190
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GRAMMY, A PREMIAÇÃO

Mensagem por Luis em Sab Mar 12, 2016 5:12 pm

FLORENCE + THE MACHINE LIVE AT THE 58TH ANNUAL GRAMMYs
Medley do How Big, How Blue, How Beautiful





A performance começa com um sintetizador quieto ao fundo, ecoando por todo o estúdio da premiação, enquanto um pequeno teaser de What Kind of Man era mostrado nos telões LED atrás do estádio principal – a primeira parte do videoclipe, que inclui uma cena de Florence Welch e um ator conversando enquanto o homem dirige um carro velho por uma estrada de areia. Após cinco segundos da introdução do live, o logotipo da banda aparece na tela e um holofote começa a acender lentamente no centro do palco, iluminando Florence Welch. A cantora estava vestindo um modelo de chão rendado de Elie Saab, igual ao mostrado abaixo, quando a artista foi fotografada da sala do backstage da premiação.





Com uma voz crua e contida, Florence cantou a primeira parte da música, mostrando vocais mais fechados e sérios para acompanhar os leves sintetizadores ao fundo. As backing vocals poderiam ser ouvidas ao fundo, dando um efeito de eco que tornava a voz de Welch ainda mais pesada – muito semelhante à versão de estúdio da música. Uma vez que a Intro da música acabou e os riffs de guitarra começariam, os primeiros versos de Queen of Peace invadiram a audiência, provocando gritos e aplausos bem no começo. As luzes de todo o palco se acenderam, revelando Florence numa plataforma cilíndrica no centro do palco e os integrantes da banda na parte traseira, de frente à tela.

Welch cantou o terceiro single do disco, então, com cenas do vídeo sendo transmitidas nas telas atrás do palco. A tecnologia usada na performance, no entanto, não se conteve a isso – cenas do vídeo também eram projetadas na plataforma cilíndrica da cantora, de forma a criar um visual lindo para a audiência presente. Cantados o primeiro verso e refrão, uma transição foi novamente retratada com o logotipo da banda.

As cenas das telas iriam ser substituídas por shots de céus azuis e mais cinematográficos, com as nuvens levemente se mexendo pelo telão. Uma fumaça relativamente pesada, que pretendia imitar as nuvens, tomou conta do palco, assim que as cenas do firmamento também foram projetadas na plataforma branca. Com uma estética angelical e muito semelhante ao céu, Florence iria performar a última canção do medley, completando os cinco minutos de performance, que seria a faixa-titulo do How Big, How Blue, How Beautiful. O destaque dessa parte foi a nota belt que Welch entoou na bridge, completando quase quinze segundos na melhor parte de todo o live. As luzes do palco viajavam no estúdio muito rapidamente, e uma dúzia de dançarinos entrou no palco, fazendo uma coreografia simplista e minimalista por entre o cilindro-plataforma. Com roupas longas e brancas, os performers lembravam o movimento do voar de aves enquanto as extensões dos vestidos balançavam ao andarem - tudo isso realçando o conceito de céu que foi trazido para a música. A performance viria a terminar com a plataforma de Welch lentamente abaixando, seguindo pela diminuição das luzes do palco, assim que os segundos finais do live seriam focados no telão, que agora misturava a filmagem do céu com o logotipo da banda em negativo.

A performance foi depois disponibilizada no YouTube com o título de Florence + the Machine - How Big, How Blue, How Beautiful Album Medley (Live at 58th GRAMMYs). Apesar de simples, a performance foi muito elogiada.
avatar
Luis

Mensagens : 190
Reputação : 1
Data de inscrição : 15/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GRAMMY, A PREMIAÇÃO

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum