[SE] Avril Lavigne - Skavlan Talk Show

Ir em baixo

[SE] Avril Lavigne - Skavlan Talk Show

Mensagem por Mastermq em Ter Fev 23, 2016 6:21 pm


Avril Lavigne entre uma pausa e outra sempre tenta trabalhar mais, as vésperas de um show na cidade de Estocolmo na Suécia a intérprete de ''Bad Girl'' esteve presente em um dos variados talk show nativos o Skavlan Talk Show . A cantora chegou no país bem cedo, encontrou no aeroporto alguns fãs e logo se dirigiu para o hotel em que iria se hospedar para descansar antes de cumprir seus compromissos. Ao fim da tarde ela desceu para dar alguns autógrafos e tirar fotos com os fãs que estavam a sua espera, passados alguns minutos entrava em um carro preto e tinha como destino o estúdio do programa. Vestia um vestido verde e preto indo até o joelho, sua maquiagem era a habitual. O apresentador levantou e a recebeu com um afetuoso abraço e indicou uma cadeira vazia e indicou que sentasse de modo que ficassem cara a cara, ambos conversaram o tempo todo em inglês. Confira a entrevista:


ENTREVISTA

FV: Seja bem-vinda Avril, é um prazer recebe-la em meu programa.
AL: Obrigada! Estou muito honrada por estar aqui.
FV: Obrigado, agora conte-nos como está sendo sua passagem aqui por nosso país.
AL: Está sendo incrível, os suecos são maravilhosos.
FV: Eu ouvi que o seu show ontem em Estocolmo foi grandioso, os jornalistas dizem que você e o público exalavam uma grande ‘’aura de energia’’.
AL: E foi isso, eu só retribuo o que eles passam na hora de apresentação.
FV: Rock N Roll está tendo muita boa recepção, e acho que o videoclipe só impulsionou isso. Ele é incrível, a ideia foi toda do diretor?
AL: Sim. O Marrs [Chris Marrs Piliero] é um tremendo diretor, esse já é o meu terceiro trabalho com ele e um dos mais fantásticos. E o clipe é bem engraçado, eu me acabo de rir todas às vezes que paro para ver.
FV: Você é do tipo de pessoa que ri de tudo?
AL: Não de tudo, mas, sorrir é sempre bom e quando posso saio por aí sorrindo.
FV: Seus parceiros de pop-rock parecem se sentir sempre obrigados a se reinventar enquanto você se sente bem à vontade no nicho musical que criou para você mesma.
AL: É, foi importante para mim não mudar minha música ou meu estilo e ser capaz de fazer o tipo de música que eu sei fazer mesmo com a grande mudança que ocorreram nas rádios e na indústria da música. Eu não quero ter que seguir alguma tendência, eu só quero ser eu mesma. Por isso foi muito importante eu ter trocado de gravadora.
FV: Não mudar a sua música pelos últimos 12 anos faz de você a ‘’Peter Pan do pop’’??
AL: Que história é essa de Peter Pan? [risos] Outro dia vi alguém com uma tatuagem do Peter Pan e eu adorei, porque amo essa ideia de nunca crescer. Acho que estar no mundo da música meio que te deixa mais jovem. A música mostra um outro lado de mim. Sou uma pessoa bem equilibrada, trabalho bastante e cuido do meu próprio negócio. Sou bem madura. Mas ao mesmo tempo tenho um espírito bem livre e um coração bem jovem, faço o que tiver que fazer para me divertir, mesmo que leve uma noite toda.
FV: Você citou a banda Radiohead em Here’s To Never Growing Up, recebeu alguma resposta deles?
AL: Ainda não. Não fiquei sabendo de nenhum comentário deles até agora. Qualquer dia eles vão ficar sabendo da música. Eles são uma banda de muito respeito, todo mundo ama Radiohead. Comecei a comprar os álbuns deles quando eu era bem jovem. Quando estávamos escrevendo essa música, Radiohead me surgiu na cabeça e encaixou legal na letra.
FV: Como é escrever música em conjunto com alguém, como seu marido Chad Kroeger?
AL: Escrever se torna algo mais difícil quando se tem mais pessoas envolvidas. Prefiro escrever em dupla, é legal ter um parceiro de composição.
FV: Mudando de assunto. Você é um ícone fashion há anos. Como você define o seu estilo hoje?
AL: Sempre digo que meu estilo é o rock, o mesmo da minha grife, a Abbey Dawn. Mas gosto de variar e misturar. Tipo, amo preto, mas entre minhas cores favoritas, também estão o pink e o vermelho. Então acho que meu estilo é um rock glam.
FV: E como você faz para manter o equilíbrio emocional? Receber pressão dos fãs não deve ser fácil.
AL: Medito e faço ioga, mas não todo dia – e eu deveria! (Risos) mas tento. Meditar é incrível porque desliga minha mente e me sinto agradecida por tudo.
FV: Bom, acho que está na hora da sua tão aguardada performance. Peço que se levante e faça o que faz de melhor.
AL: Com certeza, eu tenho que dizer obrigada a você e sua equipe por me receberem tão bem.

PERFORMANCE

Um pedestal servindo de base para um microfone fora posto ali pela equipe do talk show, o instrumental de seu mais recente single se iniciou. A parte cantada também, após alguns segundos. A cantora fazia gestos e caretas para dar complemento a performance, Lavigne não tem costume de coreografar seus shows. O apresentador aplaudia quando a câmera captou seu rosto. Imagens do clipe recém-lançado eram exibidas em um telão logo atrás, o refrão era cantado com entusiasmo pela estrela canadense. Após o fim da canção a roqueira recebeu um carinhoso abraço do apresentador e se despediu.
avatar
Mastermq

Mensagens : 62
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum