Avril Lavigne - The Avril Lavigne Tour

Ir em baixo

Avril Lavigne - The Avril Lavigne Tour

Mensagem por Mastermq em Qua Jan 20, 2016 6:35 pm


Após quase um mês do lançamento de seu quinto álbum de estúdio, Avril Lavigne acaba de anunciar a primeira leg de sua nova turnê.  E igualmente ao álbum, a tour leva o seu nome. Iniciando no dia 25 de janeiro, a cantora passará somente por estados norte-americanos. Stefan Lancaster irá abrir alguns shows da turnê. A maioria dos shows terá capacidade superior a 5.000 mil pessoas, os pacotes dos ingressos já podem ser conferidos no site oficial da cantora.

Standard: $100
• Entrada
• Pulseira de brinde
• Camiseta


VIP: $400
• Entrada adiantada (1 hora antes)
• Pulseira de brinde
• Camiseta
• Pista VIP
• After-party com open-bar
• 50 pessoas das 250 selecionadas para Meet & Greet com fotos


Ultra VIP: $600
• Entrada adiantada (1 hora antes)
• Pulseira de brinde
• Camiseta
• Pista VIP
• After-party com open-bar
• Meet & Greet com fotos prolongado (50 pessoas serão sorteadas)
• CD com 6 músicas acústicas da cantora.

25/01 - New York - NY (Barclays Center)
Capacidade: 19.000 // Pack 1: 18,250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

26/01 - Philadeplhia - PA (Wells Fargo Center)
Capacidade: 19,500 // Pack 1: 18,750 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

28/01 - Chicago - IL (United Center)
Capacidade: 23,500 // Pack 1: 22,750 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

29/01 - Huntington - NY (Big Sandy Superstore Arena)
Capacidade: 9,000 // Pack 1: 8250 //  Pack 2: 500 // Pack 3: 250

31/01 - Wallingford - CT (Toyota Oakdale Theatre)
Capacidade: 5,000 // Pack 1: 4,500 // Pack 2: 250 // Pack 3: 250

01/02 - Towson - MD (SECU Arena)
Capacidade: 5,200 // Pack 1: 4700 // Pack 2: 250 // Pack 3: 250

02/02 - Pittsburgh - PA (Petersen Events Center)
Capacidade: 12,508 // Pack 1: 11758 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

04/02 - Hidalgo - TX (State Farm Arena)
Capacidade: 6,800 // Pack 1: 6,300 // Pack 2: 250 // Pack 3: 250

05/02 - Sunrise - FL (BB&T Center)
Capacidade: 20,763 // Pack 1: 20013 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250
avatar
Mastermq

Mensagens : 62
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Avril Lavigne - The Avril Lavigne Tour

Mensagem por Mastermq em Ter Jan 26, 2016 12:30 pm


Um mês se passou desde o lançamento do quinto álbum de estúdio cantora canadense Avril Lavigne, a cantora emplacou todos os singles já lançados no top 4 do BdC Charts (com um em primeiro) e o seu álbum, na semana de lançamento, também conquistou a liderança. O primeiro show de sua turnê foi realizado na cidade de Nova Iorque no Barclay's Center.

TRACKLIST (25/01)


1. Here’s to Never Growing Up
2. 17
3. Girlfriend
4. What the Hell
5. Sk8er Boi
6. Hot

Interlude

7. Give You What You Like
8. I’m With You
9. When You’re Gone
10. My Happy Ending
11. Bad Girl

Interlude

12. Let Me Go
13. Hello Heartache
14. Nobody’s Home
15. Hush Hush
16. Wish You Were Here

Interlude

17. Keep Holding On/Fly
18. Complicated
19. Smile
20. Rock n’ Roll

PALCO

Modelo do palco, o usado nos shows tem um tamanho menor.

O palco era formado por vários telões um grande espaço e uma pequena passarela. No dia do show a banda ficou a frente dos telões e a cantora mais adiante no espaço que dava acesso a tal passarela. Holofotes foram colocados no chão e também em cima. Caixas de som se agrupavam para os lados direitos e esquerdo, fazendo com que aquele espaço não ficasse vago.

ABERTURA

A plateia gritava alto o nome da cantora, passado algum tempo o cantor Stefan Lancaster subiu no palco. Todos ficaram em silêncio esperando ele dar início a sua apresentação. Cantando o seu único lançado, Journey, Stefan tinha a tarefa de animar ainda mais a multidão. Ele exibia uma boa presença de palco, além de um grande talento. Tentava ao máximo conseguir a atenção de todos, não foi difícil já que a maioria parecia estar gostando. A música acabara, o cantor pediu a todos que fizesse silêncio e gritou em alto e bom som: ‘’agora é a hora de ver quem vocês realmente querem ver, Avril Lavigne pessoal! ‘’. E se despediu do público com uma breve reverência.

JOURNEY:
Counted all my mistakes, there are so many
Standing out from the list of the things I've done
All the rest of my crimes just don't come close
To when I look up forward and let go

I built myself a mansion from my broken home
And I wrote a song with the words I heard

Yeah, it took me some time, but I figured out
How to fix up my heart that I let down

Now I'm running in every lonely place
Every corner in my own embrace
Tryna find myself, but I just don't know
Where does my journey start?
Where does my journey start?

Yeah, the memories last but I’m still young
Adventure is the only item in list of the things I want
My thoughts still run around my mind
But I’m starting to go a whole new way

Shadows come with the pain from where I fled
All the things I had never heard enough

Yeah, it took me some time, but I figured out
How to fix up my heart that I let down


Now I'm running in every lonely place
Every corner in my own embrace
Tryna find myself, but I just don't know
Where does my journey start?

Was I sleeping through all the time?
Was I giving time to someone else?
Tryna find myself, but I just don't know
Where does my journey start?
Where does my journey start?

Tell me now, tell me now,
Tell me where can I go, when I’ll go?
Tell me now, tell me now,
Tell me will I ever find my way again, find my way again?

Now I'm running in every lonely place
Every corner in my own embrace
Tryna find myself, but I just don't know
Where does my journey start?
Where does my journey start?

Was I sleeping through all the time?
Was I giving time to someone else?
Tryna find myself, but I just don't know
Where does my journey start?

So tell the me where I can find
Where does my journey start?
The beggining, I need it now
Where does my journey start?
Tell me, where before I lie down
Where does my journey start?

Come on, come on, find your road out
Come on, come on, come and get me out
Come on, come on, 'cause I need it now

Where does my journey start?
Where does my journey start?
Where does my journey start?
Where does my journey start?


O SHOW

Após o cantor ter saído do palco todas as luzes se apagaram, os telões desligaram e não se ouvia mais nenhum som a não ser as vozes da platéia. Lavigne gritou: '' Estão preparados? Vamos lá!'' e começou a cantar os trechos inicias de Here's To Never Growing Up sem o instrumental ter iniciado e com o palco ainda escuro, logo a banda começou e a loira apareceu sorridente e com uma roupa toda preta (camiseta e algo como um shorts que tinham tiras [?]). A plateia delirou enquanto a música era cantada, a passarela  só fora usada quando o fim da canção estava próximo. 17 iniciou-se sendo bem recebida pela pateia, de fato era uma música um pouco fraca mas, Avril conseguia torná-la especial. Ao fim da música, Lavigne parou por alguns segundos e recomeçou cantando o seu maior sucesso, Girlfriend. Como era uma canção muito conhecida, o público cantou com maior força. ''Hey hey you you, I don't like your girlfriend'' essas palavras ecoaram por todo o local. A música foi encurtada o que deixou alguns fãs contrariados mas, nada que os fizessem deixar de curtir Sk8er Boi que também era uma música bastante famosa, com um tempo menor que o de costume a música terminou, Lavigne gritou para todos que aquilo era só o começo e começou a apresentação de Hot. Um ar mais sensual tomou conta do palco, Avril estava na passarela quando se agachou para cumprimentar alguns fãs, que começaram a agarrar os braços da artista que ficou assustada e se levantou logo. Tudo ficou silêncio e Lavigne saiu do palco para dar uma pausa no show. Durante todo o show os telões mostravam cenas dos clipes das músicas cantadas.


INTERLUDE - Losing Grip (instrumental) https://www.youtube.com/watch?v=5XV9yFsP5R0 - 2:30

Após a pausa de dois minutos a cantora voltou ao palco sem mudar de roupa, Avril não tinha costume de fazer isso durante os seus shows. As pessoas aplaudiram furtivamente quando entrou no palco, foi conversar um pouco com a banda e se dirigiu até a passarela. Começou a cantar Give You What You Like, o single mais bem sucedido de seu novo álbum. Todos levaram as mãos para o alto e cantaram junto a canadense, era uma música mais emocional e ''parada'' que as cantadas anteriormente. Após o final, seguiu-se outro grande sucesso de Avril Lavigne, I'm With You. É uma música aclamada pelos fãs, e uns até arriscam dizer que é a melhor da carreira dela. Claramente todos soltavam a voz para acompanhar a loirinha, a faixa teve foi cortada para não ultrapassar o limite do show. When You’re Gone e My Happy Ending fora performadas em seguida, eram músicas que levavam em si próprias algo que remetia tristeza. Os fãs estavam ouriçados demais ao cantá-las, claramente as canções mais antigas deixavam todos mais alegres. Por fim, Bad Girl veio para encerrar este bloco. Agora todos os telões continham uma imagem avermelhada de Marilyn Manson, a sua voz coou por todo o local fantasmagoricamente. A canção começou, e como já era um pouco curta não precisou de cortes. Foi o primeiro single do álbum, e também a primeira parceria da carreira de Lavigne. Um mais sombrio e quente se apossou do palco, holofotes que produziam luzes avermelhadas se moviam de vez em quanto, imagens do clipe agora se revezavam para aparecer nos telões. E chegou ao fim, com um beijo  cantante se retirou do palco para mais uma pausa antes de continuar o show.


BAD GIRL:



[Marilyn Manson]
Just lay your head in daddy’s lap, you’re a bad girl

Bad girl (1-2-3-4)

[Avril Lavigne]
Hey, hey
I'll let you walk all over me, me
You know that I’m a little tease, tease
But I wanna play there please, please

You know you know you know I’m crazy
I just wanna be your baby
You can fuck me, you can play me
You can love and you can hate me

Miss me, miss me, now you wanna kiss me

[Chorus]
Choke me because I said so
Stroke me and feed my ego
I’ve been a bad girl, don’t you know?

[Marilyn Manson]
(Don’t tell me what to do)

 [Avril Lavigne]
Come get it now or never
I’ll let you do whatever
I’ll be your bad girl, here we go

[Marilyn Manson]
     (1-2-3-4)

    [Avril Lavigne]
Miss me, miss me, now you wanna kiss me
 
 [Marilyn Manson
 (You're a bad girl)

[Avril Lavigne]
Baby,
You know I want a little taste, taste
So let me take you all the way, way
You know you’ll never be the same, same
 
    [Marilyn Manson]
  (You fuckin' bad girl!)

  [Avril Lavigne]
One night
You won’t forget the rest of your life
So come on over to the wild side
Buckle up and, baby, hold on tight

Miss me, miss me, now you wanna kiss me
We both know that you love me 'cause I'm so bad!

[Chorus]
Choke me because I said so
Stroke me and feed my ego
I’ve been a bad girl, don’t you know?

 [Marilyn Manson]

(Don’t tell me what to do)

[Avril Lavigne]
Come get it now or never
I’ll let you do whatever
I’ll be your bad girl, here we go
  [Avril Lavigne]
      (1-2-3-4)

I’ve been a bad girl [7x]
I’ve got your bad girl

[Chorus]
Choke me because I said so
Stroke me and feed my ego
I’ve been a bad girl, don’t you know?

     [Marilyn Manson]
(Don’t tell me what to do)

   [Avril Lavigne]
Come get it now or never
I’ll let you do whatever
I’ll be your bad girl, here we go

[Marilyn Manson]
 (1-2-3-4)

Bad bad bad girl

INTERLUDE - Tomorrow (instrumental) - https://www.youtube.com/watch?v=mJG_lvq4BhU - 2:00

Avril Lavigne voltou ao palco com muita energia, Let Me Go uma parceria com o seu atual marido Chad Kroeger começou a ser cantada. Obteve um corte por ter sido considerada longa, o que parece não ter desapontado ninguém que estava na platéia. Os vocais de Chad saíam pelas caixas de som que tinham sido colocadas no palco, os holofotes agora emitiam uma luz azul. Outra música do seu novo álbum, Hello Heartache empolgou a multidão. Essa era uma parte mais ''leve'' do show, as músicas que viriam a seguir não eram tão enérgicas quanto as que foram cantadas até agora. Nobody's Home um clássico da cantora, todos aparentavam saber a letra completa, pois cantaram junto a Lavigne até o fim. Hush Hush foi a seguinte, a banda não tocou até o meio da música. Foi um pedido especial da roqueira que queria cantá-la junto a seus fãs sem nenhum instrumento, convidou a todos para se juntar a ela e assim aconteceu. O show estava maravilhoso, a energia que a loira exalava era gigante. Os espectadores retribuíam a energia cantando a última música do bloco, Wish You Were Here. Podia se ver alguns fãs com lágrimas em seus olhos, estavam chorando por estarem no show ou pela música? (fica a duvida). Tudo ficou em silêncio, saindo do palco em silêncio a loira dava início ao último ''break''.


INTERLUDE - Together (instrumental) - https://www.youtube.com/watch?v=mJG_lvq4BhU - 2:30


Avril agora substituíra os shorts por uma calça de couro totalmente preta, iniciou a derradeira parte de seu show com um mashup das músicas Keep Holding On e Fly. A multidão aprovou, cantaram ainda com mais força. Foi uma ótima junção, quando as músicas combinam no estilo e nas letras não há como haver erro algum. Complicated fora o primeiro single lançado pela roqueira, conseguiu trazer aquele sentimento de nostalgia que sentimos quando algo antigo e bom volta para nós. Sem duvida alguma foi o ápice do show. E impulsionadas pela ''eletricidade'' da canção anterior, Smile arrancou todos do chão que começaram a pular. Até Lavigne não resistiu e andou sobre a plataforma pulando. Rock n' Roll foi a escolhida para encerrar, o público cantou até a última palavra. A  cantante pediu silêncio e demorou para ser atendida e então falou: '' muito obrigado, vocês são maravilhosos. Não podia haver lugar melhor para abrir minha turnê,  muito obrigada. Amo muito todos. Até mais para quem vai ao Meet & Greet, e agradeço por tudo. Tchau!! '' saiu mandando beijinho para todos.

avatar
Mastermq

Mensagens : 62
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Avril Lavigne - The Avril Lavigne Tour

Mensagem por Mastermq em Sab Fev 13, 2016 5:03 pm


Avril Lavigne retornará aos palcos com a segunda leg da sua turnê mundial. Desta vez, ela viaja por todo o continente europeu. Ao todo, são 11 shows distribuídos entre vários países. AURORA abrirá todos os shows desta fase da tour. Avril não realizou nenhuma mudança na tabela de preço dos pacotes de ingressos.  

Standard: $100
• Entrada
• Pulseira de brinde
• Camiseta


VIP: $450
• Entrada adiantada (1 hora antes)
• Pulseira de brinde
• Camiseta
• Pista VIP
• After-party com open-bar
• 50 pessoas das 250 selecionadas para Meet & Greet com fotos

Ultra VIP: $650
• Entrada adiantada (1 hora antes)
• Pulseira de brinde
• Camiseta
• Pista VIP
• After-party com open-bar
• Meet & Greet com fotos prolongado (50 pessoas serão sorteadas)
• CD com 6 músicas acústicas da cantora.

17/02 – Manchester – (Manchester Arena)
Capacidade: 21.000 // Pack 1: 20.250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

18/02 – London – (Twickenham Stadium)
Capacidade: 24.000 // Pack 1: 23.250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

19/02 – Dublin – (3Arena)
Capacidade: 25.000 // Pack 1: 24.000 // Pack 2: 500 // Pack 3: 500

21/02 – Lisboa – (MEO Arena)
Capacidade: 20.000 // Pack 1: 19.250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

22/02 – Estocolmo – (Ericsson Globe)
Capacidade: 16.000 // Pack 1: 15.250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

24/02 – Paris – (AccorHotels Arena)
Capacidade: 20.300 // Pack 1: 19.550 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

25/02 – Baerum – (Telenor Arena)
Capacidade: 20.000 // Pack 1: 19.250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

27/02 – Belgrado – (Kombank Arena)
Capacidade: 18.000 // Pack 1: 17.250 // Pack 2: 500 // Pack 3:

29/02 – Hamburgo – (Barclayd Arena)
Capacidade: 16.000 // Pack 1: 15.250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

01/03 – Lyon – (Halle Tony Garnier)
Capacidade: 16.500 // Pack 1: 15.750 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250

02/03 – Zurique – (Hallenstadion)
Capacidade: 13.000 // Pack 1: 12.250 // Pack 2: 500 // Pack 3: 250
avatar
Mastermq

Mensagens : 62
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Avril Lavigne - The Avril Lavigne Tour

Mensagem por Mastermq em Qui Fev 18, 2016 3:08 pm


O segundo ''estágio'' da turnê mundial da famosa cantora canadense Avril Lavigne se iniciou. Após a passagem pela América do Norte a roqueira busca divulgar sua música no continente Europeu, a setlist traz músicas novas e as antigas aclamadas por grande parte de seus fãs. A cantora norueguesa AURORA será a open act dessa fase. O primeiro show foi realizado em Manchester, na Manchester Arena com capacidade para mais de 20 mil pessoas.

TRACKLIST (17/02)

1. Here’s to Never Growing Up
2. 17
3. Girlfriend
4. What the Hell
5. Sk8er Boi
6. Hot

Interlude

7. Give You What You Like
8. I’m With You
9. When You’re Gone
10. My Happy Ending
11. Bad Girl
Interlude

12. Let Me Go
13. Hello Heartache
14. Nobody’s Home
15. Who Knows
16. Wish You Were Here

Interlude

17. He Wasn’t
18. Complicated
19. Smile
20. Rock n’ Roll


PALCO

Modelo do palco, o usado nos shows tem um tamanho menor.

O palco era formado por vários telões um grande espaço e uma pequena passarela. No dia do show a banda ficou à frente dos telões e a cantora mais adiante no espaço que dava acesso a tal passarela. Holofotes foram colocados no chão e também em cima. Caixas de som se agrupavam para os lados direitos e esquerdo, fazendo com que aquele espaço não ficasse vago.

ABERTURA

A plateia esperava ansiosa pelo início do show da canadense, o público terminava de entrar quando AURORA subiu ao palco, a mesma usava um vestido totalmente branco e asinhas de anjo. AURORA iniciou o show com uma performance de Society Zombie, o primeiro single de seu álbum de estreia. Ao fim da performance, alguma pessoa da plateia jogou um balão vermelho com um rosto desenhado nele, AURORA deu o nome de ''Manchesto'' ao balão.


Após isso, AURORA finalizou seu show cantando as músicas Learn to Live e Stereotype.

Society Zombie:
Welcome to our society
Get used to being judged
It’s all such a hypocrisy
Doing right or doing wrong

Your tastes, looks, anything
Do what you like and feel guilty
A free place can’t help who-
Whoever is in such a need

Just teaching everyone
“You’ll never be good enough” (never be good enough)
And labeling everyone
They can see (can see, can see, can see)

So don’t live in this place
You can’t flee from
Don’t own anything
You can’t leave behind
Don’t get along with this society
That says the wrong is right

Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie

People make religion their
Way to understand the mess
To ignore unsatisfaction
And give a reason to all of this

Why blame society for
What is our own fault?
To make a better world
Why don’t change yourself first?

Just teaching everyone
“You’ll never be good enough” (never be good enough)
And labeling everyone
They can see (can see, can see, can see)

So don’t live in this place
You can’t flee from
Don’t own anything
You can’t leave behind
Don’t get along with this society
That says the wrong is right

Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie

You’re not a society zombie
I won’t let them change me
Will you let them change you?
Cause I’m not a zombie and I won’t
Let myself turn into one

So don’t live in this place
You can’t flee from
Don’t own anything
You can’t leave behind
Don’t get along with this society
That says the wrong is right

Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie
Don’t be-come such a so-ciety zombie

Learn To Live:
My mind is in all
That happens nowadays it justs
Makes me wonder why we still have
To learn to live here in this place

After being in
This planet for all these years
Today I cry remebering of
Even more painful years that passed by

(It's like a torture to me)

Kids lay next to
Dead moms and dads
Light going through their skin
While they just fade away
It's fun like we feel freedom and
Pretend to have fun being “free”

“Come on, kill a man
Show your wild side
Let me push you hard
From the grand peak”
The things I hear them say
Choose your weapons
Peace words or guns
Yeah we still have
To learn to live

I can’t just lay here
What I can hear isn’t what I am
I am just stuck inside a little child
An animal soul trying to be free
After all, stuck walking on the ground
Walking over gravestones

(It's like a torture to me)

Kids lay next to
Dead moms and dads
Light going through their skin
While they just fade away
It's fun like we feel freedom and
Pretend to have fun being “free”

“Come on, kill a man
Show your wild side
Let me push you hard
From the grand peak”
The things I hear them say
Choose your weapons
Peace words or guns
Yeah we still have
To learn to live

To learn to live
To learn to live
To learn to live
To learn to live

“Come on, kill a man
Show your wild side
Let me push you hard
From the grand peak”

Kids lay next to
Dead moms and dads
Light going through their skin
While they just fade away
It's fun like we feel freedom and
Pretend to have fun being “free”

“Come on, kill a man
Show your wild side
Let me push you hard
From the grand peak”
The things I hear them say
Choose your weapons
Peace words or guns
Yeah we still have
To learn to live

To learn to live

Stereotype:
Don’t you act like everything is equal in this place
It’s all more complex and more deep than your disguting fame
And don’t say that it is equal when you know it’s not
Nobody will fit into a simple word

If you don’t preach this stupidity they won’t live it up
Use your mind and think before throwing out your words
And don’t you think you should know someone before judging them?
Nobody will fit into a simple word

Everything is wrong, is right, you can’t say it
Every word you say or thing you do you know will be judged
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

Everyday is good, is bad, you can’t decide
Everyone can make their own choices in their own mind
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

You were there preaching your hate speech when I first heard of you
I knew that something was coming, peace can’t be on too long
As soon as I saw people agree, I thought cause I know that
Nobody will fit into a simple word

So no “guys do it all the time” you know that’s just a lie
And no “girls like seeing emotion” that’s just another ooone
Then I hope something will come out of your mouth cause
Nobody will fit into a simple word

Everything is wrong, is right, you can’t say it
Every word you say or thing you do you know will be judged
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

Everyday is good, is bad, you can’t decide
Everyone can make their own choices in their own mind
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

You told him to go the gym and her to the kitchen
Why are you making all this labeling?
Get along with reality, it seems it’s not for you

Everything is wrong, is right, you can’t say it
Every word you say or thing you do you know will be judged
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

Everyday is good, is bad, you can’t decide
Everyone can make their own choices in their own mind
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype
So “Whooooo are you?”
Are you innn this stereotype

O SHOW

Após o cantor ter saído do palco todas as luzes se apagaram, os telões desligaram e não se ouvia mais nenhum som a não ser as vozes da plateia. Lavigne gritou: '' Estão preparados? Vamos lá!'' e começou a cantar os trechos inicias de Here's To Never Growing Up sem o instrumental ter iniciado e com o palco ainda escuro, logo a banda começou e a loira apareceu sorridente e com uma roupa toda preta (camiseta e algo como um shorts que tinham tiras [?]). A plateia delirou enquanto a música era cantada, a passarela  só fora usada quando o fim da canção estava próximo. 17 iniciou-se sendo bem recebida pela pateia, de fato era uma música um pouco fraca mas, Avril conseguia torná-la especial. Ao fim da música, Lavigne parou por alguns segundos e recomeçou cantando o seu maior sucesso, Girlfriend. Como era uma canção muito conhecida, o público cantou com maior força. ''Hey hey you you, I don't like your girlfriend'' essas palavras ecoaram por todo o local. A música foi encurtada o que deixou alguns fãs contrariados mas, nada que os fizessem deixar de curtir Sk8er Boi que também era uma música bastante famosa, com um tempo menor que o de costume a música terminou, Lavigne gritou para todos que aquilo era só o começo e começou a apresentação de Hot. Um ar mais sensual tomou conta do palco, Avril estava na passarela quando se agachou para cumprimentar alguns fãs, que começaram a agarrar os braços da artista que ficou assustada e se levantou logo. Tudo ficou silêncio e Lavigne saiu do palco para dar uma pausa no show. Durante todo o show os telões mostravam cenas dos clipes das músicas cantadas.


INTERLUDE – Push (instrumental) 2:30 - https://www.youtube.com/watch?v=Z-wGtUPu6Z4

Após a pausa de dois minutos a cantora voltou ao palco sem mudar de roupa, Avril não tinha costume de fazer isso durante os seus shows, apenas adicionou um boné cor de rosa com o seu nome na cabeça. As pessoas aplaudiram furtivamente quando entrou no palco, foi conversar um pouco com a banda e se dirigiu até a passarela. Começou a cantar Give You What You Like, o single mais bem-sucedido de seu novo álbum. Todos levaram as mãos para o alto e cantaram junto a canadense, era uma música mais emocional e ''parada'' que as cantadas anteriormente. Após o final, seguiu-se outro grande sucesso de Avril Lavigne, I'm With You. É uma música aclamada pelos fãs, e uns até arriscam dizer que é a melhor da carreira dela. Claramente todos soltavam a voz para acompanhar a loirinha, a faixa teve foi cortada para não ultrapassar o limite do show. When You’re Gone e My Happy Ending fora performadas em seguida, eram músicas que levavam em si próprias algo que remetia tristeza. Os fãs estavam ouriçados demais ao cantá-las, claramente as canções mais antigas deixavam todos mais alegres. Por fim, Bad Girl veio para encerrar este bloco. Agora todos os telões continham uma imagem avermelhada de Marilyn Manson, a sua voz coou por todo o local fantasmagoricamente. A canção começou, e como já era um pouco curta não precisou de cortes. Foi o primeiro single do álbum, e também a primeira parceria da carreira de Lavigne. Um mais sombrio e quente se apossou do palco, holofotes que produziam luzes avermelhadas se moviam de vez em quando, imagens do clipe agora se revezavam para aparecer nos telões. E chegou ao fim, com um beijo, a cantante se retirou do palco para mais uma pausa antes de continuar o show.


BAD GIRL:



[Marilyn Manson]
Just lay your head in daddy’s lap, you’re a bad girl

Bad girl (1-2-3-4)

[Avril Lavigne]
Hey, hey
I'll let you walk all over me, me
You know that I’m a little tease, tease
But I wanna play there please, please

You know you know you know I’m crazy
I just wanna be your baby
You can fuck me, you can play me
You can love and you can hate me

Miss me, miss me, now you wanna kiss me

[Chorus]
Choke me because I said so
Stroke me and feed my ego
I’ve been a bad girl, don’t you know?

[Marilyn Manson]
(Don’t tell me what to do)

[Avril Lavigne]
Come get it now or never
I’ll let you do whatever
I’ll be your bad girl, here we go

[Marilyn Manson]
    (1-2-3-4)

   [Avril Lavigne]
Miss me, miss me, now you wanna kiss me

[Marilyn Manson
(You're a bad girl)

[Avril Lavigne]
Baby,
You know I want a little taste, taste
So let me take you all the way, way
You know you’ll never be the same, same

   [Marilyn Manson]
 (You fuckin' bad girl!)

 [Avril Lavigne]
One night
You won’t forget the rest of your life
So come on over to the wild side
Buckle up and, baby, hold on tight

Miss me, miss me, now you wanna kiss me
We both know that you love me 'cause I'm so bad!

[Chorus]
Choke me because I said so
Stroke me and feed my ego
I’ve been a bad girl, don’t you know?

[Marilyn Manson]

(Don’t tell me what to do)

[Avril Lavigne]
Come get it now or never
I’ll let you do whatever
I’ll be your bad girl, here we go
 [Avril Lavigne]
     (1-2-3-4)

I’ve been a bad girl [7x]
I’ve got your bad girl

[Chorus]
Choke me because I said so
Stroke me and feed my ego
I’ve been a bad girl, don’t you know?

    [Marilyn Manson]
(Don’t tell me what to do)

  [Avril Lavigne]
Come get it now or never
I’ll let you do whatever
I’ll be your bad girl, here we go

[Marilyn Manson]
(1-2-3-4)

Bad bad bad girl

INTERLUDE – I Can do Better (instrumental) 2:00 - https://www.youtube.com/watch?v=ZzZ4x9V7srE

Avril Lavigne voltou ao palco com muita energia e com roupa nova, vestia uma blusa preta de manga comprida e calças simples. No alto de sua cabeça estava uma tiara com dois chifres vermelhos pontiagudos.  Let Me Go uma parceria com o seu atual marido Chad Kroeger começou a ser cantada. Obteve um corte por ter sido considerada longa, o que parece não ter desapontado ninguém que estava na plateia. Os vocais de Chad saíam pelas caixas de som que tinham sido colocadas no palco, os holofotes agora emitiam uma luz azul. Outra música do seu novo álbum, Hello Heartache empolgou a multidão. Essa era uma parte mais ''leve'' do show, as músicas que viriam a seguir não eram tão enérgicas quanto as que foram cantadas até agora. Nobody's Home um clássico da cantora, todos aparentavam saber a letra completa, pois cantaram junto a Lavigne até o fim. Who Knows foi a seguinte, não era uma música das mais conhecidas da roqueira mas, conseguiu empolgar bastante a plateia eufórica com o tom mais rock que o show estava chegando. O show estava maravilhoso, a energia que a loira exalava era gigante. Os espectadores retribuíam a energia cantando a última música do bloco, Wish You Were Here. Podia se ver alguns fãs com lágrimas em seus olhos, estavam chorando por estarem no show ou pela música? (fica a dúvida). Tudo ficou em silêncio, saindo do palco em silêncio a loira dava início ao último ''break''.


INTERLUDE – EVERYTHING BACK BUT YOU - 2:30 - https://www.youtube.com/watch?v=87oEYri_5ow


Avril agora substituíra os shorts por uma calça de couro totalmente preta, iniciou a derradeira parte de seu show interpretando a canção He Wasn't presente em seu segundo disco. As pessoas cantaram junto a loira, a intérprete retribuía toda e energia que era lhe passada por seus admiradores. Complicated fora o primeiro single lançado pela roqueira, conseguiu trazer aquele sentimento de nostalgia que sentimos quando algo antigo e bom volta para nós. Sem dúvida alguma foi o ápice do show. E impulsionadas pela ''eletricidade'' da canção anterior, Smile arrancou todos do chão que começaram a pular. Até Lavigne não resistiu e andou sobre a plataforma pulando. Rock n' Roll foi a escolhida para encerrar, o público cantou até a última palavra. A cantante pediu silêncio e demorou para ser atendida e então falou: '' Vocês foram maravilhosos. Que energia ótima, eu só tenho a agradecer a todos vocês. Eu amo todos de coração. Bom, até daqui a pouco quem vai comparecer ao Meet & Greet. Eu sou muito agradecida a todos. Obrigada! '' retirou-se do palco sob uma gigantesca onda de aplausos.

avatar
Mastermq

Mensagens : 62
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Avril Lavigne - The Avril Lavigne Tour

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum